Avaliação do taticamente indecente Cruzeiro 0 x 0 Palmeiras

00932584-970x470Vai tomar no cu! Como que não ganha esse jogo? Primeiro tempo equilibrado, Palmeiras até um pouco mais agressivo e uma segunda etapa toda, integral, por inteira, absoluta, totalmente dominada pelo Cruzeiro. Analisando o desenvolvimento do futibas o resultado foi péssimo porque dava pra ganhar, mas olhando a rodada em si, foi um ponto muito importante diante do líder do campeonato.

E convenhamos, não se fazem mais líderes como antigamente. Cruzeiro de 13/14 jogava um futebol safadíssimo. Dá até dó de comparar. No geral fizemos uma excelente partida, digna de selo Marquinhos Paraná de qualidade. E nós tínhamos que ganhar muito esse jogo, não só porque era importante, mas porque torcida que só assiste o jogo, não canta, e na hora do tiro de meta canta “bicha” merece se fuder demais e ir embora pra casa chorando. Enfim, fodas:

BANCAEL – NOTA: COPA DE 2018 JÁ É REALIDADE
Quando acionado foi bem e defendeu as chegadas porcanas, que ocorreram esporadicamente. Uma qualidade do Rafael que me agrada (espero que ele não faça eu queimar a língua) é que ele nunca espalma pro meio da área. Isso é um fundamento que goleiro tem que dominar. Suas atuações fazem jus a excelente média de menos de um gol por partida, e olha que o Rafael jogou muito com time misto e atualmente joga com esse time meio vacilão. Ter goleiro é bom, agora ter uns 3 de qualidade no elenco é maravilhoso.

EZECRUEL – NOTA: BOTA O NELINHO NO CHINELO
Esse menino da crueldade nos pés faz só o feijão com arroz. Mas não é um simples feijão com arroz, é aquele muito bem temperado, com doses de Phillip Lahm, pitadas de Egídio e requinte de Juan Pablo Sorín.

PUYOL DESPROVIDO DE CABELO – NOTA: REI DA ZAGA, NUNCA CRITIQUEI
Puta merda! Renova, Gilvan! Três jogos sem sofrer gol. Eu to incrédulo, caralho. Puta que pariu, que delícia. Desculpem a euforia, tava desacostumado com isso. Bruno Rodrigo deitou o cabelo, digo, jogou muito bem. Fez cortes providenciais e nos salvou de um gol.

LÉORGIO RAMOS – NOTA: MELHOR ZAGUEIRO DO CAMPEONATO DEPOIS DO THIAGO HELENO
Vocês já pararam pra pensar que vivem em um mundo onde Thiago Heleno é capitão do Atlético-PR e batedor oficial de pênalti? Do mesmo modo que o Diego Renan é no Vitória. É um negócio muito louco. Mas nem com a fusão desses dois se obtém a qualidade do menino Léo. Todo Cruzeirense deve considerar o Manoel nosso melhor zagueiro, mas será que algum de nós teria peito pra mexer nessa zaga que não sofre gols há 3 jogos pra por o Manoel?

ALABRYAN – NOTA: JOGA MUITO, ABRE TEU OLHO HEIN EDIMESSI
Foi quase um soldado romano. Judiou do Gabriel Jesus. Botou no bolso. Ótima partida do Bryan. Nunca critiquei mesmo, então tô suave. Sempre apoiei esse craque.

HENRIKROSS – NOTA: 10
Bicho, sacanagem o que rolou nesse jogo. O Henrique, volante de qualidade que é, puxava as jogadas, e sempre tinha um volante palmeirense dando combate. O problema é que o arrombado desse juiz não dava falta nem fudendo. Os caras tavam brincando de ranca com o Henrique e o merda do árbitro deixando rolar. Mais filha da puta que esse juiz só o comentarista pau no cu.

KING OF PORRADA – NOTA: ROMERO
Desceu o sarrafo como de costume. Dá outra consistência pro meio campo. Cansou no segundo tempo. Anulou os meio campistas porquenses.

RÓBSON, O GÊNIO – NOTA: PUTA QUE PARIU
Fico incrédulo com a qualidade desse Robinho, o único de Minas, digassi de passagi. Puta visão, passe refinadíssimo e sempre chega no ataque. Mas, puta merda, vai tomar no cu. Enfia o pé na bola, porra! Recebeu aquela assistência cabulosa, teve um lampejo de Wellington Paulista dando aquele drible no goleiro e finalizou fraco. Tudo bem que tava desequilibrado, mas um pouquinho de calma ali dava pra marcar. Seria um gol que o Mattos não ia nem dormir por ter mandado você pra cá e levado Fabiano e Fabrício.

RAFINHA – NOTA: 10
Grande partida do Rafinha. Tá merecendo a titularidade. No primeiro tempo ainda roubou uma bola, deixou o Jean sentado igual aquelas crianças do primário assistindo desenho e finalizou pra fora.

LEWANSÓBSKI – NOTA: OPEN BAR DE INDECÊNCIA
Véi, puta que pariu! Sabe aquele garçom que já é seu amigo? Aquele que troca o DVD, porque a moda te faz sofrer e o coração não aguenta? É o Sóbis. Que assistência, meu amigo. Que passe descomunal pro Robinho.

ÁBILAHIMOVIC – NOTA: 10
Deu um chute com perigo e fez o pivô algumas vezes. Bola não chegou tanto pro demolidor afundar o Jailson. Eu escrevo Jailson e já imagino aquele pedreiro gente fina que canta as mulheres que passam em frente a obra.

CABRAL – NOTA: 10
Ah, toma 10 aí pelo passe pro gol do Damião contra o São Paulo ano passado. Nunca vou esquecer daquele passe.

WILLIONEL MESSI – NOTA: 10
O filho do Mano Menezes entrou até bem, procurando o jogo. Tanto que no finalzinho deu uma arrancada que nem o Bolt segurava. Pena que finalizou na trave.

ARRASCASELFIE – NOTA: 10
Entrou aos 38 e pouco pôde ajudar. 10 pelo vídeo no instagram cantando malandramente KKKKK, pensa num caboclo feio, é esse Arrascaeta. Vai cantar um Tonico e Tinoco rapaz, aqui é Minas Gerais.

MONEY MENEZES – NOTA: 10
Acertou na escalação mantendo o Romero. E acertou mais ainda cobrando promoção pros próximos jogos em casa. Até o técnico vê que falta isso e a diretoria não faz nada. Porra, vai tomar no cu. Bota ingresso a 5 conto, open bar de tropeiro e que se foda.

É isso aí seus Sandro Meira Ricci, Cruzeiro segue firme na luta contra o rebaixamento e jogando bem. Domingo tem Mineirão, quarta também e nossa presença é importantíssima. BORA MEU CRUZEIRO!

Comments

comments

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta