ANGELO PIMENTEL PODE REAPARECER EM MINAS

Quem se lembra do Angelo Pimentel? Pois é. O Agente pode, leiam bem, PODE ESTAR de volta ao futebol mineiro e o destino seria o Cruzeiro.

No clube, segundo uma fonte, ele deve ficar responsável pelas negociações de renovação de contratos e agenciar novas contratações.

A fonte revelou também que Pimentel já teria ligado para o agente do Volante Hudson, mas impôs uma condição para fechar o negócio. Que ele receba uma participação nos valores negociados.

Num passado não muito distante, o empresário esteve envolvido em alguns escândalos no mundo da bola.

Tabata. ex-Santos

Acusou Ângelo Pimentel de ter pegado 500 mil reais dele em uma negociação. O jogador só descobriu que tinha sido passado para trás quando já estava no exterior. O Agente Fifa teria alegado que o dinheiro seria destinado a Luxemburgo. Tabata também deixou Ângelo que mais uma vez ingressou na justiça tentando arrancar dinheiro do jogador e perdeu a causa

Wagner, ex-cruzeiro

Fábio Brito acusou Pimentel de tentar melar a negociação do atleta para o Spartak caso ele (Pimentel) não recebesse uma “comissão” Brito alegou que Wágner só não foi vendido para a Rússia porque Ângelo Pimentel não pensou no atleta, mas sim em suas “comissões”. “Ele não está preocupado com o Cruzeiro, que queria o negócio, e muito menos com a carreira do Wágner, um grande jogador. Ele não fechou o negócio com o Spartak porque quis comissões para ele e eu não aceitei. Sou uma pessoa com ótimas relações em clubes, inclusive no Cruzeiro, e ele é que foi mal-intencionado”, disse.  

Wagner Ferreira dos Santos, deixou Ângelo e seguiu para o exterior. Pimentel entrou na justiça tentando arrancar dinheiro do jogador. O caso foi julgado pelo Comitê de Litígio da CBF, segue o resultado:

2. PROCESSO Nº011/2010: Representação – Requerente: Angelo Antonio Pimentel e Mariana de Abreu Pimentel (Agentes) – Requerido: Wagner Ferreira dos Santos (atleta) – Relator _ Dr. Luiz Guilherme Barbosa.

Resultado: \\\”Por unanimidade de votos, julgou improcedente a Representação.\\\”

Maikon Leite

Buscando reaver o vínculo com o jogador Maikon Leite, Angelo Pimentel tentou “atrapalhar” a transferência do atleta para o Palmeiras. O empresário  ingressou com processo nº 002/2011, no Comitê de Resolução de Litígios da CBF.

Foi  derrotado de maneira acachapante.

Por unanimidade (7 a 0), os auditores deram ganho de causa ao jogador.

PROCESSO Nº 002/2011: Representação – Requerentes: Angelo Antônio Pimentel e Mariana de Abreu Pimentel (Agentes) – Requerido: Maikon Fernando Souza Leite (atleta) – Relator _ Dr. Gilberto Povina Cavalcante.

Resultado: \” O Relator, com a concordância de todos os Auditores, converteu o julgamento em diligência, para que sejam ouvidos o atleta, os agentes, o senhor Roberto Faustino e os representantes legais da S.E. Palmeiras e do Santos F.C.\”

Pimentel ainda fez sérias ameaças ao empresário do atleta, segue a descrição da conversa que foi gravada:

Ângelo Pimentel

Ele pode fazer o que quiser, eu não quero resolver nada amigável…vou pro pau com ele…

Fala pra ele ligar onde ele quiser… e resolver do jeito que ele quiser…

Que a ameaça está feita e faço de novo, se for o caso…

Pode mandar esse recado pra ele, tá ?

Sócio

Tá bom então

Ângelo Pimentel

Já disse, eu mato ele… a palavra é essa, eu mato ele… não tem nenhum problema eu fazer isso… não meço conseqüências pra fazer, com bandido a gente age dessa maneira…

Sócio

Então tá bom, Ângelo, me arrependi de ter chamado você… de ter falado essas coisas, entendeu ?

Ângelo Pimentel

Qualquer coisa além disso, ele arrumou um inimigo… E eu sou um inimigo ruim… isso é uma ameaça, pode gravar, isso é uma ameaça… Eu sou um inimigo ruim…eu sou ruim. Eu não tenho conseqüência.Não meço conseqüência para fazer as coisas…

Comments

comments

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta